Home > Metais de transição > Dúbnio          

Dúbnio

Para acessar o desenho artístico do elemento dúbnio, clique aqui.

105
(262)



Db
Dúbnio

Dubna, a cidade da ciência.
Dubna, a cidade da ciência.

O dúbnio é um elemento produzido artificialmente, é um transactinídeo e pertence ao grupo V da tabela periódica.

Em 1967, G.N. Flerov, informou que uma equipe soviética de pesquisadores do Joint Institute de pesquisa nuclear em Dubna, produziram alguns átomos do elemento 260-105 e 261-105, bombardeando o amerício-243 com o neônio-22. O grupo soviético não apresentou o nome do elemento 105.

Foi anunciada a identificação do elemento 105 pelos os pesquisadores Ghiorso, Nurmia, Haris, da Universidade de Berkeley, na Califórnia. A descoberta foi feita, por bombardeamento do califórnio-249 com nitrogênio-15. O grupo Berkeley propôs o nome de hahnium, com o símbolo Ha.

Em 1992, a União Internacional de Química Aplicada (IUAPAC) e a União Internacional de Física Pura e Aplicada (IUPAF), concluíram que poderia ser creditada aos dois grupos (Dubna e Berkeley), a descoberta dos elementos 104 e 105, dando o nome de dúbnio ao elemento 105, com o símbolo Db.

Albert Ghiorso e colaboradores do Lawrence Berkeley Laboratory da Universidade da Califórnia, levaram mais de um ano tentando repetir esta experiência. Mas finalmente concluíram que o elemento 104 não poderia ter sido feito pelos pesquisadores de Dubna.

Em 1969, a equipe de Berkeley produziu o elemento 104 de modo completamente diferente, bombardeando o califórnio-249 com núcleo do carbono 12. A combinação do carbono 12 com califórnio 249 seguida pela emissão de 4 nêutrons, produziram o elemento 257-104.

No mesmo ano, em novembro Al Ghiorso propôs que o elemento 104 deveria ser chamado de rutherfórdio (quem primeiro explicou a natureza da radioatividade — Prêmio Nobel em química no ano de 1908).

Durante aproximadamente duas décadas, o mundo científico, conviveu com três nomes para o elemento 104. Cada país usava o seu próprio nome. O dicionário Oxford listava ambos, mas politicamente as tabelas periódicas usavam um nome intermediário, ununílio (unnilquad).

 

 

 

   Desenhos Artísticos | Versões | Versão para Impressão | Vídeos | Família dos Elementos | História | Links | Contato 

  © 2011 Tabela Periódica Online | Termos de Uso | Mapa do Site                        

 

 

Objetivos do site Tabela Periódica Online:

O site Tabela Periódica Online é um site educacional, cujo objetivo é promover a difusão de conhecimentos acerca da química, especificamente sobre a tabela periódica e seus elementos, auxiliando alunos de ensino médio e superior em seus estudos. Este site também visa auxiliar professores no processo de educação de seus alunos, atuando como objeto facilitador, como ferramenta na preparação de suas aulas, exposição de conteúdos de uma forma interativa e atrativa ao aluno, utilizando tecnologias modernas de ensino, que englobam ferramentas como computador, multimídia, internet, informática, estudos online, educação à distância.

Público alvo deste site:

Estudantes do ensino / educação superior (faculdade, universidade), do ensino médio (colégio, escola pública ou particular), alunos que estão se preparando para o vestibular (cursinho, curso pré-vestibular, terceirão), alunos de curso de capacitação, curso preparatório para concurso público e vestibular, cursos online, educação à distância, cursos de preparação para o mercado de trabalho, treinamento empresarial, empregos e melhoria de currículo. Professores de ensino médio e educação superior, interessados em atualizar suas aulas com métodos modernos e atuais de educação, utilizando internet, laboratório de informática, computador e multimídia.

Ao utilizar este site em seus estudos, você deverá ser capaz de:

Localizar o elemento químico dentro da tabela periódica, citando seu nome, símbolo, sua família, grupo, número atômico e massa atômica. Identificar as principais características e funções do elemento em questão, como cor, densidade, abundância na natureza, localização no meio ambiente e aplicações. Deverá também conhecer dados históricos do elemento estudado, como o nome do cientista que o descobriu, data e local.

Envie sua colaboração: sugestões ou correções de conteúdo:  

Caso você queira dar sugestões de conteúdos relacionados com as informações acima, enviar correções ou atualizações pertinentes ao tema do site, entre em contato e envie-nos um e-mail com sua colaboração. Para isso, clique aqui.