Home > Metais de transição > Zinco          

Zinco

Para acessar o desenho artístico do elemento zinco, clique aqui.

30
65,37
906
419,5
7,14
2

Zn
Zinco

Amostra de zinco.

Amostra de zinco.

Elemento essencial à vida, o zinco é encontrado na corrente sanguínea, como parte da enzima anidrase carbônica, que promove o metabolismo do dióxido de carbono. O metal participa também da composição de algumas enzimas que dirigem proteínas no aparelho gastrintestinal.

Zinco é um elemento químico pertencente ao grupo IIb da tabela periódica (metais de transição), de símbolo Zn. De cor branca cristalina e natureza quebradiça a temperatura ambiente, está presente em diferentes minerais da crosta terrestre em forma de sulfeto (blenda), de silicato (calamita), de óxido (zincita) e de carbonato (espato de zinco). O zinco natural é uma mistura de cinco isótopos estáveis Zn65, Zn66, os mais abundantes, e Zn67, Zn68 e Zn70.

O metal demorou muito a ser isolado, embora fosse conhecido dos romanos, combinado ao cobre, com o qual formava o latão. Paracelso o descreveu como uma forma de cobre e há indícios de que na China e na Índia o zinco metálico era produzido antes do século XVII. Para obtenção do zinco, emprega-se em geral a blenda ou carbonato de zinco. O processo realiza-se em duas fases: (1) ustulação do carbonato (ou da blenda), para transformar o minério em óxido; e (2) redução do óxido, mediante seu aquecimento em presença de coque ou antracito pulverizado.

Para ser inalterável no contato com o ar, o zinco é empregado como projeto de aço contra a corrosão atmosférica. O maior consumo de zinco ocorre na galvanização de tubos, arames, cantoneiras e chapas. Em países frios, as chapas zincadas são usadas para cobrir casas, na forma de telhas corrugadas.

O zinco é ainda usado na fabricação de pilhas, graças a sua reação muito lenta com os ácidos, e no fabrico de ligas (latão, bronze e Zamak). Entre outros compostos de zinco, destacam-se o óxido de zinco (ZnO), usado na vulcanização da borracha, e o sulfeto de zinco (ZnS), que, por ser luminescente, é empregado em mostradores de relógios e em lâmpadas fluorescentes.

 

 

 

   Desenhos Artísticos | Versões | Versão para Impressão | Vídeos | Família dos Elementos | História | Links | Contato 

  © 2011 Tabela Periódica Online | Termos de Uso | Mapa do Site                        

 

 

Objetivos do site Tabela Periódica Online:

O site Tabela Periódica Online é um site educacional, cujo objetivo é promover a difusão de conhecimentos acerca da química, especificamente sobre a tabela periódica e seus elementos, auxiliando alunos de ensino médio e superior em seus estudos. Este site também visa auxiliar professores no processo de educação de seus alunos, atuando como objeto facilitador, como ferramenta na preparação de suas aulas, exposição de conteúdos de uma forma interativa e atrativa ao aluno, utilizando tecnologias modernas de ensino, que englobam ferramentas como computador, multimídia, internet, informática, estudos online, educação à distância.

Público alvo deste site:

Estudantes do ensino / educação superior (faculdade, universidade), do ensino médio (colégio, escola pública ou particular), alunos que estão se preparando para o vestibular (cursinho, curso pré-vestibular, terceirão), alunos de curso de capacitação, curso preparatório para concurso público e vestibular, cursos online, educação à distância, cursos de preparação para o mercado de trabalho, treinamento empresarial, empregos e melhoria de currículo. Professores de ensino médio e educação superior, interessados em atualizar suas aulas com métodos modernos e atuais de educação, utilizando internet, laboratório de informática, computador e multimídia.

Ao utilizar este site em seus estudos, você deverá ser capaz de:

Localizar o elemento químico dentro da tabela periódica, citando seu nome, símbolo, sua família, grupo, número atômico e massa atômica. Identificar as principais características e funções do elemento em questão, como cor, densidade, abundância na natureza, localização no meio ambiente e aplicações. Deverá também conhecer dados históricos do elemento estudado, como o nome do cientista que o descobriu, data e local.

Envie sua colaboração: sugestões ou correções de conteúdo:  

Caso você queira dar sugestões de conteúdos relacionados com as informações acima, enviar correções ou atualizações pertinentes ao tema do site, entre em contato e envie-nos um e-mail com sua colaboração. Para isso, clique aqui.