Home > Não-metais > Selênio          

Selênio

Para acessar o desenho artístico do elemento selênio, clique aqui.

34
78,96
685
217
4,79
6,4,-2

Se

Selênio

Amostra de selênio.
Amostra de selênio.

Com propriedades químicas intermediárias entre os metais e os ametais, o selênio é um metalóide utilizado na fabricação de células fotoelétricas e vidro.

Selênio é um elemento químico do grupo VIa da tabela periódica, símbolo Se, com propriedades químicas e físicas muito semelhantes às dos elementos químicos enxofre e telúrio. Foi reconhecido como elemento em 1818 pelo químico Jöns Jacob Berzelius. Existe sob formas, das quais as três principais são a amorfa (não cristalina), que é vermelha na forma de pó e negra na forma vítrea; a cristalina, que é vermelha; e a metálica cinza, também cristalina.

Das três, a forma metálica é a mais estável em condições normais; as outras se convertem na forma metálica muito lentamente a temperatura ambiente. O selênio é amplamente encontrado na natureza, mas em pequenas quantidades. Aparece como impureza, sob a forma de selenetos em minérios constituídos sobretudo de sulfetos metálicos de cobre, ferro, chumbo etc.

É muito utilizado em retificadores que convertem corrente alternada em contínua. Como sua condutividade aumenta em presença da luz, e porque pode converter a luz diretamente em eletricidade, é empregado em células fotoelétricas, em fotômetros e células solares. Quando introduzido em pequenas quantidades no vidro, o selênio serve como descorante, mas em grandes quantidades dá ao vidro uma coloração vermelha, útil em sinais luminosos. É também usado na manufatura de esmaltes para cerâmicas e derivados do aço, assim como na fabricação da borracha para aumentar a resistência à abrasão.

Propriedades físicas e químicas do selênio:

Número atômico: 34
Peso atômico: 78,96
Massa dos isótopos estáveis: 74, 76, 77, 78, 80, 82
Ponto de fusão:
     forma amorfa: 50º C
     forma cinza: 217º C
Ponto de ebulição: 685º C
Densidade:
     forma amorfa: 4,28 g/cm3
     forma cinza: 4,78 g/cm3
Estados de oxidação: -2, +4, +6
Configuração eletrônica: 1s22s22p63s23p63d104s24p4
 
 

 

   Desenhos Artísticos | Versões | Versão para Impressão | Vídeos | Família dos Elementos | História | Links | Contato 

  © 2011 Tabela Periódica Online | Termos de Uso | Mapa do Site                       

 

 

Objetivos do site Tabela Periódica Online:

O site Tabela Periódica Online é um site educacional, cujo objetivo é promover a difusão de conhecimentos acerca da química, especificamente sobre a tabela periódica e seus elementos, auxiliando alunos de ensino médio e superior em seus estudos. Este site também visa auxiliar professores no processo de educação de seus alunos, atuando como objeto facilitador, como ferramenta na preparação de suas aulas, exposição de conteúdos de uma forma interativa e atrativa ao aluno, utilizando tecnologias modernas de ensino, que englobam ferramentas como computador, multimídia, internet, informática, estudos online, educação à distância.

Público alvo deste site:

Estudantes do ensino / educação superior (faculdade, universidade), do ensino médio (colégio, escola pública ou particular), alunos que estão se preparando para o vestibular (cursinho, curso pré-vestibular, terceirão), alunos de curso de capacitação, curso preparatório para concurso público e vestibular, cursos online, educação à distância, cursos de preparação para o mercado de trabalho, treinamento empresarial, empregos e melhoria de currículo. Professores de ensino médio e educação superior, interessados em atualizar suas aulas com métodos modernos e atuais de educação, utilizando internet, laboratório de informática, computador e multimídia.

Ao utilizar este site em seus estudos, você deverá ser capaz de:

Localizar o elemento químico dentro da tabela periódica, citando seu nome, símbolo, sua família, grupo, número atômico e massa atômica. Identificar as principais características e funções do elemento em questão, como cor, densidade, abundância na natureza, localização no meio ambiente e aplicações. Deverá também conhecer dados históricos do elemento estudado, como o nome do cientista que o descobriu, data e local.

Envie sua colaboração: sugestões ou correções de conteúdo:  

Caso você queira dar sugestões de conteúdos relacionados com as informações acima, enviar correções ou atualizações pertinentes ao tema do site, entre em contato e envie-nos um e-mail com sua colaboração. Para isso, clique aqui.